Formulários do POP – Segunda Parte


Fábio Castro

Na primeira parte foi descrito como seria um POP informatizado. Nesta parte serão descritos outras ferramentas do POP como o Formulário de Manutenção de Saúde, Tabela de Dados Laboratoriais, Diagramas, Lista de Medicamento e Linha do Tempo.

O objetivo destas ferramentas é facilitar o entendimento completo do quadro do paciente. O tempo perdido preenchendo os formulários descritos seria compensando depois com o tempo ganho ao evitar procurar os dados no prontuário (o “diário” de dados). Ao colocar os formulários em um Prontuário Eletrônico a praticidade é maior ainda pois podem ser preenchidos automaticamente e sem trabalho extra. Nem seria necessário criar formulários especiais como no prontuário manual.  A manutenção do POP é um dos pontos fracos do conceito e um Prontuário Eletrônico seria a solução.

O Formulário de Manutenção de Saúde é usado para detecção de doenças potencialmente graves no estágio inicial. Conforme a idade do paciente serão pedidos exames de rotina para aquela faixa etária conforme as evidências mais atuais (o desenho abaixo é de 1996). O Formulário de Manutenção de Saúde integrado em um Prontuário Eletrônico pode até ser atualizada periodicamente de forma mais fácil que um formulário escrito ao se adicionar exames ou mudar a frequência dos pedidos.

O Formulário abaixo mostra uma paciente de 56 anos. Em cores brancas estão relacionados os exames indicados para aquela faixa etária e em vermelho estão mostrados os que não estão indicados. A tabela mostra que aos 55 anos a paciente não realizou os exames indicados.

pop7

A Tabela de Dados Laboratoriais é outra ferramenta que facilita a visualização dos exames laboratoriais realizados pelo paciente. Todos os dados preenchidos no prontuário são também compilados em uma tabela para facilitar a visualização. Um Prontuário Eletrônico permite até adicionar novas opções como filtros para visualizar os exames de problemas específicos. Por exemplo, no caso de um paciente Diabético o profissional pode querer visualizar apenas a Glicemia e a Hemoglobina Glicosilada, ou então os outros exames do protocolo de Diabetes (creatinina, microalbuminúria etc), com os outros exames desnecessários não sendo mostrados.

A imagem abaixo seria um exemplo de Tabela de Dados Laboratoriais em um Prontuário Eletrônico que originalmente só mostra a descrição dos exames. Em um prontuário manual seria necessário um trabalho adicional para o seu preenchimento enquanto no Prontuário Eletrônico pode ser disponibilizado automaticamente após preenchidos os campos adequados.

pop8

Os Diagramas são formas gráficas para mostrar dados. No POP podem ser usados para visualizar praticamente todos os tipos de dados como frequência de sinais e sintomas, dados fisiológicos, dados laboratoriais, medicamentos, tratamentos (dieta, fisioterapia), adesão ao tratamento e orientações.

A imagem abaixo é um exemplo de Diagrama mostrando a Pressão Arterial de um paciente em relação ao tempo. Como sempre os Diagramas podem ser preenchidos automaticamente em um Prontuário Eletrônico bastando apenas o preenchimento dos campos adequados. Pela imagem pode-se perceber claramente que a Pressão Arterial deste paciente está sendo controlada adequadamente.

pop9

O POP sugere que também seja mantida uma Lista de Medicamentos. No prontuário escrito é sugerido usar uma cópia carbono mantida no prontuário escrito. No Prontuário Eletrônico é automaticamente criado uma lista de medicamentos. No caso do POP a lista de medicamento para cada problema pode ser criada automaticamente. O computador pode criar filtros para detectar medicações de uso contínuo ou de problemas agudos.

A Linha do Tempo (Timeline*) foi outra inovação do POP sendo uma variação dos Diagramas. Os problemas, tratamentos e outras informações são colocados em um gráfico. A lista de problemas pode ser facilmente visualizada graficamente já considerando o inicio, duração, número de atendimento, local de atendimento etc.

pop10

Os Europeus informatizaram o Timeline chamando de Linha da Vida como visto na Interface Gráfica Abaixo. A Linha da Vida passa a ser uma forma de visualizar casos complexos com mais facilidade.

pop11

Além das facilidades propostas pelo POP já descritos, o uso do POP em um Prontuário Eletrônico permite a integração com novas funções como apoiar Sistemas de Apoio a Decisão (SAD), Sistemas de Informação, Educação Continuada, Cadastros Nacionais em Saúde e Trabalho em Equipe. O POP passa a ser um filtro facilitando o funcionamento dos processos em relação ao problema. Estes assuntos serão tratados futuramente.

Um exemplo prático seria na educação continuada. Um residente que terminou o custo de MFC chega na sua unidade para trabalhar e já tem pronto no Prontuário Eletrônico tudo que precisa para aplicar seus conhecimentos sobre o POP. Já um médico do PSF que fez apenas uma especialização onde não foi ensinado a teoria do POP automaticamente passa a usar ao ser ensinado a como usar o POP no Prontuário Eletrônico.

* The Problem Oriented Medical Record – just a little more structure to help the world go round? – http://www.phcsg.org/main/pastconf/camb96/mikey.htm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: