SIAB Móvel


O SIAB Móvel é um programa para informatizar os dados do SIAB (Sistema de Informação da Atenção Básica). O link foi colocado em um dos post no blog – http://www.siabfacil.com.br/mobile.php

O SIAB foi criado há cerca de 20 anos para apoiar as equipes do PSF. A primeira vez que eu vi os dados da minha equipe fiquei pensando no que fazer com os dados disponíveis. Os dados não parecia com nada que eu fazia no dia a dia. No inicio do PSF o foco eram ações programática o que não é mais a realidade do programa (agora estratégia). Depois ainda percebi que os dados eram de dois anos atrás e estavam relacionados com o trabalho de outro médico.

Informatizando o SIAB os dados passam, pelo menos, a ficar mais atualizados. O SIAB Móvel também parece não estar integrado com um Prontuário Eletrônico. Seria o ideal para ter acesso automático aos dados. As vezes dar uma olhada na frente da casa do paciente pelo Google Streets fala muito mais do que os dados disponíveis no SIAB.
A imagem se a imagem abaixo tirada do Street View fosse da frente da casa de um paciente meu. A qualidade da fachada e a presença de dois carros bem novos indica que é uma “família” de baixo risco. Nem é preciso conferir os dados do SIAB sobre renda, escolaridade etc.

A informatização do SIAB é uma oportunidade para superar algumas limitações do sistema. Alguns dados poderiam ser atualizados. Por exemplo, ao perguntar sobre o meio de comunicação usado poderia ser acrescentado acesso a internet em casa e/ou no trabalho. A disponibilidade deste dado pelo médico pode ajudar em questões relacionadas com educação em saúde.

Os dados do SIAB podem ser divididos em dados da comunidade, família, paciente e problemas. O programa contempla a comunidade com algumas questões como mostra a interface abaixo

A maioria dos dados estão relacionadas com a família e o paciente. Uma limitação já citada é focar apenas em ações programáticas como Hipertensão, Diabetes, Tuberculose, Hanseníase e pré-natal. A interface abaixo são os dados do SIAB integrados em um prontuário eletrônico (Gestão Saúde).

A interface abaixo seria outra forma de mostrar os dados da família. A foto do paciente me parece o mais importante durante a consulta. Demora anos para ligar o endereço e os nomes com uma família. A foto dos membros da família ajuda em muito (Medicine One).

Um exemplo simples do uso dos dados do SIAB Móvel, não relacionado com problemas clínicos, seria criar dados para apoiar o agendamento. Um paciente novo chega na unidade e cita o endereço para a recepcionista. Uma busca com o endereço pode indicar que o endereço não existe (o SIAB não cadastra endereços?), ou que é um endereço comercial, ou é uma moradia de baixo risco (classe média por exemplo), ou que o usuário não está na lista dos membros da família daquele endereço, ou existe um aviso citando que a família recebe muitos parentes de fora para consultar na unidade. São problemas frequentemente encontrados pelos funcionários da recepção, mas que os sistemas de informação não consideram.

Informatizar o trabalho dos ACS não é barato. Um smartphone bem simples deve custar pelo menos R$ 500,00 fora o custo do software. São mais de 150 mil ACS no país. O programa tem que mostrar ser economicamente viável. Em alguns locais os dados das fichas em papel são passados digitados em computadores disponíveis em escolas públicas sem gastos adicionais. No meu trabalho é feito com apoio de um estagiário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: