Test Drive do GNU Med


Recentemente fiz um test drive no prontuário eletrônico, de fontes abertas (open source), chamado GNU MED (vou chamar de gnu para simplificar). Os página do software é :
http://wiki.gnumed.de/bin/view/Gnumed

Um demo está disponível para quem quiser testar. O problema é que o servidor está em outro país e ficou bem lento, não permitindo usar tanto quanto necessário.

Cabeçalho

Na imagem abaixo eu vi que o GNU tem uma requisito que todo prontuário eletrônico tem que ter que é mostrar a foto do paciente. Acho bom para evitar erros e pode ser usado em outros módulos como a agenda e sistema de informação. Por outro lado senti falta de mais dados demográficos no cabeçalho. São informações que são usadas durante o atendimento para tomada de decisão. Informações básicas como idade, sexo, profissão, estado civil, local de moradia, equipe e ACS são usadas com certa frequencia na decisão clínica.

No lugar dos dados demográficos foi colocado alertas. Acho que deveriam ficar na lista de problemas como coloquei na interface para comparar, ou no módulo apropriado como o de prescrição.

Dados Clínicos

O GNU tem uma lista de problemas que aparece constantemente em alguns módulos. Os dados clínicos podem ser entrados em vários

Achei estranho o GNU ter vários locais para entrar e ver os dados clínicos. Pode ser visto nas abas EMR tree, notes, progress notes e EMR journal. Se for para testas várias soluções possíveis até que faz sentido. Como o uso do DEMO é muito lento, levando vários minutos para mudar de página, fica difícil tentar avaliar.

A interface abaixo é a que eu gostaria de ver em um prontuário orientado para o problema. O problemas sendo evoluído no encontro/episódio está bem marcado em “1”. As abas marcadas em vermelho mostram os problemas que estão sendo evoluídos no encontro. No GNU, o médico é que cria os novos problemas, mas poderia ter sido a enfermeira que criou os encontros no acolhimento. Seria a primeira interface que o médico veria ao abrir o prontuário. Então as abas com os problemas indicariam que o paciente queixou da dor lombar, quer fazer consulta geral (allgemeines em alemão) e tem um novo problema.

Módulos

A interface abaixo tem tudo que a interface anterior tem porém mais detalhado. No canto inferior esquerdo tem um espaço abaixo da lista de problemas onde não conseguia pensar no uso. A maioria dos pacientes tem poucos problemas e ficaria um espaço morto. No GNU colocaram o histórico dos dados do problema sendo evoluído. Foi uma boa idéia pois no local onde entra os dados no SOAP também poderia ser usado para ver os dados, mas não fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Com a interface do GNU ficou possível.

Aproveitei a interface para mostrar a minha preferência sobre a disposição das informações na interface. No GNU os módulos ficam colocados na parte inferior da interface (no rodapé). Eu prefiro em uma coluna na direita como está na interface. O módulo sendo usado está marcado em azul. O GNU tem apenas 13 módulos e acho que é possível criar bem mais de 20 módulos. Abordagem familiar é um exemplo e seria o local onde ficaria o Genograma e a lista de membros da família. Outro motivo é caber mais itens. No GNU alguns módulos ficam disponíveis no menu no canto superior esquerdo e é bem mais difíceis de acessar. É lugar para ferramentas muito pouco usadas. Acho que estas configurações pode ser customizadas. Tem gente que vai querer acima/abaixo ou esquerda/direita.

Prescrição

O módulo de prescrição não me parece muito intuitivo. Tem medicação por problema, mas poderia ter um filtro como eu coloquei no desenho a direita. Eu clico no problema e depois no módulo “medicação” e mostra apenas a lista de medicamentos prescritos para aquele problema. A opção de visualizar todas as medicações também deve estar presente, mas como uma forma de visualizar.

Escolher um medicamento também não parece bem estruturado. É difícil escolher via, frequencia, duração tratamento e outros dados que podem ser estruturado. Esta estruturação é necessária para indicar para a farmácia central do SUS a quantidade de medicação prescrita para ser liberada (se estiverem integrados e tem que ser integrado). Indicaria até se a medicação está disponível na farmácia. Talvez o problema fosse a lingua estrangeira e a lentidão. Por outro lado o menu de prescrição tem um cabeçalho indicando se o paciente tem alguma alergia ou contra indicações.

Pedido de Exames

Uma funcionalidade do prontuário que pode ser bem complicada são os pedidos de exames.
Existe divisão por:
– objetivo: ver exames ou pedir exames
– tipo de exame: imagens, sinais, patologia, laboratório
– configurar impressão: pedido imediato, local diferente, prioridade diferente etc
– pedido estruturado e não estruturado
– modo de visualizar: lista, tabela, gráficos etc

No GNU os exames estão disponíveis em uma tabela exames x datos como na interface abaixo.

O pedido é codificado com o LOINC. O problema é ter que colocar os valores de referência e indicar se está alterado. Parece fácil de automatizar.

Arquivos

Um módulo que acho útil, e não tenho disponível onde trabalho, é um módulo onde são guardados os documentos do paciente. É um bom lugar onde poderia ser guardado o genograma vindo de outra fonte como uma foto tirada de um genograma em papel. Coloquei em vermelho uma sugestão de divisão de arquivos.

Pode ser um local onde estão guardados cópias de todos os formulários impressos como ficha de atendimento, receitas, exames, encaminhamentos, atestados etc. Uma situação relativamente comum é o paciente perder a receita e querer uma cópia. A enfermeira atende o paciente, vai no módulo de arquivos, imprime uma copia da receita e o médico assina. Seria o equivalente a deixar uma cópia no prontuário escrito já prevendo este problema. No computador é só imprimir.

Uma resposta to “Test Drive do GNU Med”

  1. Leonardo Fontenelle Says:

    Parece mesmo interessante o GNU Med.

    Por favor, não o chame só de “GNU”, pois “GNU” não é o nome do aplicativo, e sim o nome de um projeto “guarda-chuva” que inclui um sistema operacional completo e uma série de aplicativos variados.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: